domingo, abril 24, 2016

Vive la Revolution


Revolução, sim. As criadas, revoltadas com a tirania da patroa, resolveram se rebelar e deram uma lição nela. Imagino que logo será a vez da amiga e depois todas irão se divertir.

Tirei o cartoon daqui.

domingo, abril 17, 2016

Mantendo a vendedora motivada


Parece que as vendas foram abaixo do que se esperava, então a senhora executiva tem que motivar sua vendendora...

Tirei o cartoon daqui.

domingo, abril 10, 2016

Surrados pelo Yeti?


Bom, pelo que entendi do francês da moça, esse casal levou umas palmadas do Yeti, o abominável homem das neves, e agora eles estão procurando ele para se aquecerem, ou seja, levarem mais palmadas. É o que se deduz dos bumbuns vermelhos, do fato dos dois estarem nus na neve e das palavras da moça.

Recebi o cartoon por e-mail.

domingo, abril 03, 2016

MacSpanking


E eu que pensava que o MacDonald's fosse uma empresa familiar... (Quer dizer, parecem um pai e uma filha, mas a situação não é muito "familiar", para dizer o mínimo).

Peguei aqui esse cartoon.

domingo, março 27, 2016

A Vovô Severa


Vocês pensam que as vovôs são apenas senhoras boazinhas que mimam os netinhos? Podem até mimar, mas quando uma netinha dá uma de bad girl, ah, se ela não apanha no bumbum!

Tirei o cartoon deste grupo no facebook. Bom grupo, esse.

quarta-feira, março 23, 2016

Banda da Ilusão - Ronnie Von


É dia de fanfarra e eu não posso me atrasar
Se digo que não vou a banda vem pra me buscar
No meio da retreta vou tocar meu bombardão
Num cano de saudade vou soprando a solidão
Garrafas atiradas no caminho já deixei
Vazias da certeza que com elas procurei
Na banda da ilusão tocando bombardão
Eu disse sim, a vida disse não
São tantos instrumentos pela vida
E essa gente distraída vai levando a sua cruz
Tem uns que tocam tudo e outros nada
Vai tocando nessa estrada, quem não toca não traduz
Eu toco essa amargura atravessada, essa dor desesperada
Essa vontade sem vontade de viver
É a lei da vida amor, tocar pra não morrer
É grande a minha história, nem dá tempo de escrever
No meio de uma frase qualquer dia eu vou morrer
E as contas que ficarem no meu terço vou rezar
São versos de um poema que eu nem pude terminar
À noite eu sempre durmo na esperança de morrer
Mas logo vem a banda me acordando pra viver
Sem outra solução, eu pego bombardão
E vou tocar na banda da ilusão

São tantos instrumentos pela vida
E essa gente distraída vai levando a sua cruz
Tem uns que tocam tudo e outros nada
Vai tocando nessa estrada, quem não toca não traduz
Eu toco essa amargura atravessada, essa dor desesperada
Essa vontade sem vontade de viver
É a lei da vida amor, tocar pra não morrer
É grande a minha história, nem dá tempo de escrever
No meio de uma frase qualquer dia eu vou morrer
E as contas que ficarem no meu terço vou rezar
São versos de um poema que eu nem pude terminar
À noite eu sempre durmo na esperança de morrer
Mas logo vem a banda me acordando pra viver
Sem outra solução, eu pego bombardão
E vou tocar na banda da ilusão

segunda-feira, março 21, 2016

Birthday Spanking

Feliz Aniversário.





Agora, são 32... Queria ver sua cara de senhora, pessoalmente. Não vai aparecer? Ok, me contendo em imaginar.

32... para quem ia morrer logo, até que está demorando muito, não acha?